Common mistakes in English 40

1- He is working hard now a day.

You mean, nowadays? Yes, é tudo junto!!!

Assim: He is working hard nowadays.

Talvez a confusão seja por causa de everyday e every day.

Ex:

I go to the gym every day. (todos os dias)

The doctor told me that I can come back to my everyday activities. (diárias, rotineiras)

2- You don’t can’t do it…

Something wrong here… Can é um verbo modal que tem a forma negativa com “not” e não don’t .

Assim:

You can’t / cannot do it.

O mesmo vale para os modais:

should (shouldn’t), may (may not), might (might not), could (could not).

3- Let’s to start prepare your documents for the presentation.

Two big mistakes:

1- “Let’s” não vem acompanhado da preposição“to”;

2- “Start” admite duas formas: gerúndio (ING) ou infinitivo (To) : start to prepare / preparing.

Assim:

Let’s start to prepare / preparing the documents for the presentation.

Common mistakes in English 41

1- I am happy when my co-worker achieves their goals.

 

As metas são do(a) seu(sua) colega de trabalho, certo?

 

Então façamos referência a ele(a) (his / her). Their é “deles”, remember?

 

So: I am happy when my co-worker achieves his/her goals.

 

 

2- It be a dream for our clients!

 

Is it future?

 

Não esqueça o verbo auxiliar. Neste caso, will ou going to.

 

This way:

It will be / is going to be a dream for our clients!

 

 

3-

 

Look at the topics for the next semester:

 

Will hire 4 new people for the area.

Work with some new clients.

Don’t to have many meetings.

 

A total mess!!!

 

Vamos por partes: quando topicalizamos um texto, precisamos manter certa estética, a qual chamamos de paralelismo. E isso não é só em português, em inglês também!!!

 

Se você escolhe começar de uma forma, tem que terminar com ela, por exemplo:

 

Hiring people

Changing the rooms

 

Além disso, nesse excerpt (trecho), o auxiliar “Will” está posicionado errado: 

Will hire 4 new people for the area.

 

O correto é: We will hire….

 

Don’t to have também não existe em inglês…

 

Assim, usando de boa gramática e paralelismo, temos:

 

Look at the topics for the next semester:

 

Hiring new people for the area;

Working with some new clients;

Not having many meetings.

Common mistakes in English 42

1- It is always happens here…

 

Remember: “happen” também é um verbo. Neste caso, estamos falando de uma ação no presente, que sempre ocorre. Não precisamos do auxiliar is / are (To be).

 

Desta forma:

 

It always happens here…

 

*Se você quiser dar uma ênfase maior, pode usar o Present Continuous/ Progressive:

 

It is always happening here – people forget their umbrellas in the waiting room.

 

 

2- Sheila has traveled without a company.

 

You mean, ela viajou sem uma empresa ou sem uma companhia?

 

Acho que fica meio “weird” a pessoa viajar “sem uma empresa”, então:

 

Sheila has traveled without a companion.

 

 

3- He told me to start look for another job.

 

Os verbos begin, start, like, love, hate e outros admitem duas construções quando se unem a outros verbos: to ou ing.

 

Assim:

 

He told me to start to look for another job.

 

or

 

He told me to start looking for another job.

 

Some more examples:

 

He likes to dance / likes dancing.

She loves to watch TV / watching TV.

He has begun to work out / working out.

Common mistakes in English 36

1- Is nice the new office.

 

OK, o português admite essa construção, na forma afirmativa, como vemos aqui: verbo de ligação + adjetivo (é bonita a casa, são competentes os funcionários etc.), mas o inglês, não!!!

 

Seguimos a ordem direta (sujeito, verbo e complemento). So:

 

The new office is nice.

 

 

2-  A: Is this your wallet?

     B: No, it may be of Claudio.

 

A carteira provavelmente deva pertencer ao Claudio, certo? Então falamos assim:

 

A: Is this your wallet?

B: No, it may be Claudio’s.

                             (Claudio’s wallet)

 

 

3- Mark told me don’t to interrupt the meeting.

 

Estamos falando de discurso indireto: o Mark pediu a você alguma coisa. Assim, ao reportarmos a informação dada pela pessoa, usamos a forma “not  to + verb” se a ordem, conselho ou sugestão forem dados na forma negativa:

 

Mark told me not to interrupt the meeting.

 

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Common mistakes in English 38

1- Does Mary is a doctor?

 

Oops… Dois auxiliares em uma mesma interrogação? No way!!

 

Em inglês temos vários auxiliares e o famoso verbo TO BE também funciona como um deles. Normalmente, usamos este verbo para falar de profissões, nacionalidade, qualidades (adjetivos) ou estados físicos / emocionais. Veja os exemplos:

 

Is Mary a doctor?

Is Mark Canadian?

Are your co-workers nice?

Is Lisa happy?

 

Se você usar outros verbos, use outros auxiliares. No exemplo temos does (auxiliar para a terceira pessoa do presente simples ou Simple Present). Assim:

 

Does Mary work in a hospital?

Do they like tennis?

 

Don’t forget:

He, She, It DOES

I, You, We, TheyDO

 

 

2- I guess Thomas is vey umpolite…

 

You mean impolite? So:

 

I guess Thomas is very impolite.

 

Just some common adjectives with this prefixe (IM-) for you to remember:

 

PREFIXE

ADJECTIVE 1

ADJECTIVE 2 (OPPOSITE IDEA)

 

IM +

 

 

 

 

moral

patient

perfect

polite

possible

 

Immoral

Impatient

Imperfect

Impolite

Impossible

 

 

3- We need to avoid to schedule meetings on Fridays.

 

Anything wrong? Dizemos avoid to schedule or avoid scheduling?

 

Gerund or infinitive?

 

Lembrem-se de que há verbos em inglês que “puxam” outros verbos com a forma de gerúndio: verbos com ING. Isto não significa que este verbos dão a ideia de uma ação que está ocorrendo agora (Present Progressive ou Continuous).

 

Avoid pertence a este caso:

We need to avoid scheduling meetings on Fridays.

 

Alguns outros verbos seguidos por gerúndio: miss, mind, consider, deny, dislike, keep, quit, understand… And much more!!!

Common mistakes in English 37

1- For what  did he buy a new car?

 

Danger!

 

Parece perfeito… em português!!!

 

Em inglês, a estrutura fica assim:

 

What did he buy a new car for?

 

O mesmo vale para:

 

Wrong: With who did she go?

 

Right: Who did she go with?

 

 

2- I want that him to do the report today.

 

A little confusing…

 

You probably mean: I want him to do the report today.

 

Veja a estrutura:

 

Verbos que dão a ideia de pedir, dizer, permitir (ask, expect, force, teach, tell, warn) ou verbos que dão a ideia de querer ou precisar (want, would like, prefer, need).

(want)

+

Objeto: pronome objetivo ou nome (me, his, her, you, us, them, Mark, Sue, Kevin, etc).

(him)

+

TO + verbo

(to finish)

 

 

3- He doesn't support that actress. Whenever she is on TV, he changes channels.

 

False friends, here I am!!! Watch out!

 

Veja a definição:

 

Support: provide financial or emotional support, help.

 

Acho que não deve ser o caso…Ele não deve é gostar da atriz mesmo!!!
 

Assim:

 

He can't stand that actress. Whenever she is on TV, he changes channels.

 

 

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Common mistakes in English 28

1- He is the guy with works here.

 

Você quer dizer “que ou quem” (that / who) , certo? Então não podemos usar “com” (with).

 

Quando nos referimos a coisas, usamos “which / that”, talvez daí a confusão com “with”.

 

Logo:

 

He is the guy who / that works here.

 

 

 

2- A: Have a nice weekend.

    B: For you too!

 

Em português, quando alguém nos deseja um bom final de semana, dizemos: “Para você também”. Em inglês, no entanto, não usamos a preposição “para”(for).

 

Dizemos apenas:

 

 

A: Have a nice weekend.

    B: You too!

 

 

 

3- I’ve knowing my best friend for 10 years.

 

You met your best friend ten years ago, right? But…we do not use the verb to know in a progressive (ING) form. Lembram-se dos non action verbs? Se não, deem uma olhada no link:  http://www.englishatwork.com.br/grammar.php?id=123

 

 

Dizemos:

 

I’ve known my best friend for 10 years.

 

Assim, usando o Present Perfect + for, damos a ideia de que conhecemos a pessoa há dez anos.

 

 

 

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Common mistakes in English 39

1-    There are very people in my area…

 

Oops… Você quer dizer quantidade de pessoas?

 

So:

There are many / a lot of people in my area.

Aí estamos falando de quantidade.

 

What if… você quiser enfatizar alguma qualidade ou característica da sua área?

 

Use very / really or too:

There are very nice people in my area.

There are really nice people in my area. (really is more informal)

We are too busy this week…

 

(Be careful! Too dá a conotação de excessivo)

 

 

2- I have working hard…

 

Ok, mas qual é o tempo verbal?

 

Look at:

 

I have worked hard. (Present perfect: have/has + past participle)

I have been working hard. (Present Perfect Progressive/Continuous: have/has + been + verb with ING)

 

Logo: I have working hard não existe em inglês…

 

 

3-  My boss said: It depends of you…

 

Prepositions…

I guess he meant: It depends on you…

 

Alguns verbs + prepositions para lembrar:

 

Verb

Preposition

Agree

with / on

Apologize

for / to

Argue

with / on

Believe

in

Communicate

with

Complain

about

Deal

with

Invest

in

Listen

to

Report

to / on

Respond

to

Talk

to / with

Common mistakes in English 29

1- I doctor Lee.

 

A estrutura do inglês é a mesma do português: sujeito + verbo + complemento (se houver). Assim, na sentença acima, se você ler atentamente, falta o verbo.

 

Dizemos:

 

I am doctor Lee.

 

 

2- There’s a bank in front of my house…

 

O banco é na calçada da sua casa??? Probably not… Deve ser do outro lado da rua, logo:

 

There’s a bank across the street from my house.

 

 

3- It took me hours, but I finished the report eventually…

 

If you wanted to say “eventualmente”…Saiba que foi vítima de nossos queridos false friends ou falsos cognatos…

 

Eventually não é occasionally (eventualmente), mas sim, no final de tudo, por fim…

 

 

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Common mistakes in English 30

1- There are much people in my area.

 

Contamos pessoas, certo? Então não podemos usar “much”. Veja essa tabela simplificada:

 

Substantivos contáveis

Many / How many (?)

Substantivos incontáveis

Much / How much (?)

Substantivos contáveis e incontáveis.

A lot of

 

Assim:

 

There are many people in my area.

 

 

2- She worked in abroad last year.

 

Abroad ou overseas (no exterior) não admitem nenhuma preposição (in, at, on, etc).

 

So:

 

She worked abroad / overseas last year.

 

 

3- I wish I studied when I was 20 years old.

 

OK. Isso faz parte do seu passado, right? Veja abaixo:

 

Wish em relação a uma situação presente:

1- Situação atual: I have to work on Mondays.

     Situação desejada, mas irreal: Stay at home on Mondays.

 

Se você usar wish:

 

I wish I stayed home on Mondays.

I wish I could stay home on Mondays

                       

     

Wish em relação a uma situação passada:

1- Situação passada: I didn't study

    Situação da qual você se arrepende: not to have studied when you were 20.

 

Se você usar wish:

 

I wish I had studied when I was 20.

I wish I could have studied when I was 20.

 

MyFreeCopyright.com Registered & Protected