Há mais mistérios no aprendizado do inglês do que sonha a nossa vã filosofia…

Tudo bem, Shakesperiano demais, nada a ver com vocês certo? Sorry, errado… Por que será que, em um dado momento de nosso aprendizado, parecemos cometer sempre os mesmos erros? Lembram-se de quando começaram a aprender o Simple Past? Era um tal de Did you went pra lá, I goed  to the movies yesterday pra cá…Depois de um certo tempo, esses deslizes sumiram. Por quê? Coincidência? Mania, vício…?

Nada disso. É apenas o seu cérebro funcionando no processo de aquisição linguística. Quando aprendemos uma língua estrangeira, sempre formulamos hipóteses sobre ela, usando de padrões existentes em nosso próprio idioma. Neste processo, surge – surpresa! – uma língua intermediária, entre o inglês o idioma materno do aluno. A esse fenômeno, damos o nome de Interlíngua ou Interlanguage. É um fenômeno normal, temporário e que tende a desaparecer conforme o aluno avança no aprendizado. O curioso é que muitos pesquisadores observaram esse fenômeno em crianças aprendendo o idioma materno.

 Assim, don’t push yourself so hard quando estiver aprendendo algo novo e cometer erros. Em muitos casos, é apenas o seu cérebro trabalhando com essa língua intermediária, em busca da aquisição do novo idioma.

  

Artigo baseado nos trabalhos de:

 BROWN, D.H. Principles Of Language Learning and Teaching. 3ª edição. New Jersey: Prentice Hall Regents, 1994.

Por Marianne Rampaso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*