O erro é contagioso?

          O meu colega sempre fala errado… É um tal de she don’t pra cá, he can’t to pra lá…

          Eu vou acabar pegando isso dele…

           Não, você não vai. Erro não é vírus, não se pega no ar e nem no convívio. Você pode até não ter paciência com esse colega que comete erros – que pode estar em um nível linguístico bem diferente de seu grupo e daí cabe à coordenação da escola resolver – mas achar que será infectado por ele já é outra história…

Os erros, na maioria das vezes, nada mais são do que indícios dos processos de desenvolvimento de um novo idioma. Erramos porque testamos, experimentamos, formulamos novas hipóteses, generalizamos, comparamos, transferimos, etc…

          Esse mito de ter que evitar ouvir coisas erradas tem origem em uma teoria de ensino-aprendizagem (Behaviorismo) que primava pela formação de hábitos corretos de linguagem, isentos de qualquer erro. A língua era vista como algo passível de condicionamento, aprendida através da imitação e da formação de comportamentos linguísticos corretos.

          Hoje já sabemos que o processo de aquisição de uma língua estrangeira é muito mais complexo e envolve as ações anteriormente citadas: experimentação, análise, formulação de hipóteses, transferência, comparação e generalização.

          Também não podemos desconsiderar a questão: quem gosta de errar? Obviamente você dirá que ninguém. Não gostamos de errar porque o erro é algo que mexe com a nossa autoestima, que nos expõe à opinião do grupo, que nos coloca frente a frente com aquela ideia de o que vão pensar de mim?

          A opção mais saudável ao errarmos é ter consciência de que estamos em franco processo de aprendizado de um idioma. Quanto à correção, já sabemos que o teacher, um colega ou você mesmo, cedo ou tarde, se encarregará disso. Sem qualquer contágio, é claro…

Para saber mais:

THORNBURY, Scott. How to teach grammar

BROWN, Douglas B. Teaching by principles- an interactive approach to language pedagogy

 Por Marianne Rampaso

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*