Qual inglês é melhor? Americano ou Britânico?

Antes de falarmos de inglês, temos a seguinte pergunta: Qual português é o melhor, mais correto? O português falado em São Paulo, na Bahia, no Pará ou no Rio Grande do Sul? Surpresa! Nenhum deles é melhor ou pior. Se pensarmos nas questões culturais e de colonização, veremos que, apesar de estarem em um mesmo país, falando um mesmo idioma, esses estados são completamente diferentes… Já pensou no que ocorre com um mesmo idioma falado em países ou continentes diferentes, por povos e culturas tão diversas?

O idioma sempre será influenciado, dentre outras coisas, pelas condições culturais locais. Os padrões linguísticos do inglês americano, australiano, britânico, americano, canadense, etc. são diferentes, mas não melhores ou piores… Podemos até gostar de um ou de outro sotaque, uma mera questão de preferência, mas daí rotular como certo ou errado é uma séria questão de preconceito, prejudice, como dizemos em inglês.

Certa vez, vi uma pessoa ser corrigida por um professor ao escrever a palavra traveling. No inglês britânico, essa palavra é grafada com dois ‘éles’( travelling), no americano, com apenas um. O professor em questão sinalizou que a forma correta era a britânica, a outra, caipira. Só Deus sabe de onde ele tirou essa ideia. Talvez porque a pronúncia do inglês americano lembre um pouco o sotaque do pessoal do interior de São Paulo. Mesmo assim, nada tem a ver com ospelling, a grafia da palavra. Não há nenhuma base linguística ou científica apregoando que determinado inglês é certo ou errado, caipira ou culto…

 É uma questão de percepção de diferenças culturais, de qualificação e de responsabilidade de cada professor esclarecer que existem formas diferentes, padrões diferentes de inglês – ou português – e que não há nenhum erro ou forma caipira nisso. Afinal de contas, vivemos em uma época de uso do idioma e de suas variantes como língua internacional.

 Para saber mais:

BROWN, H. Douglas.Teaching by Principles – An interactive Approach to Language Pedagogy. Longman, 2001.

BAGNO, Marcos. Preconceito Linguístico – o que é, como se faz. Edições Loyola, 2008

Por Marianne Rampaso


One thought on “Qual inglês é melhor? Americano ou Britânico?

  1. Pingback: Como entender sotaques diferentes? - English@Work

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*